20 de novembro de 2012

Minha experiência com o Dermelan M.

Ano passado minha dermatologista me receitou Dermelan M para tratar as machas do rosto (sei que são melasmas, mas eu só consigo chamar de machas, tá? rsrs), acabei tendo uma alergia na mesma época e não pude começar o tratamento. A alergia passou e acabei deixando de lado por um tempo de pão durismo mesmo porque o danado é caaaaaaroooooooooo! Em Setembro, finalmente, abri a carteira e resolvi comprar. Decisão sábia! Tenho usado desde o meio de Setembro e não poderia estar mais satisfeita! Já usei de tudo: hidroquinona (odeio! as machas sempre voltam pioradas depois!), tretinoína (não fedeu nem cheirou), ácidos manipulados (resultados bem insignificantes) etc. Até que a Dra Denise me disse que poderíamos fazer uma última tentativa antes de partirmos para tratamentos mais agressivos e me receitou o Dermelan M. A melhora é incrível!!! As machas no buço, que eu odeio com todas as forças do meu ser porque parecia que eu estava bigoduda (com mulher de bigode nem o Diabo pode kkkkkkk), praticamente desapareceram e o restante está bem mais discreto. Além de perceber que a textura da pele está super macia. Terminarei o pote em breve e farei alguns peelings, acho que dessa vez conseguirei sumir com as manchas ou, pelo menos, elas ficarão quase imperceptíveis (oremos!). 

Ah! Não posso deixar de falar que além da ação "apagadora" de manchas, a Dra Denise me disse que ele trata a pele e que durante o tempo que estivesse usando poderia deixar de usar meus cremes anti idade porque ele os substitui. 






Textura
(mostrada no pote para não desperdiçar porque não precisa mostrar na pele, dá para ver assim mesmo kkkkkkk):




Falei, falei dele, mas o que é o Dermelan M? Também não conhecia, é o seguinte:
O componente ativo do Dermelan M é o Ácido Kójico. Até aí morreu Neves, né? Então, vamos descobrir o que é o Ácido Kójico:



Ação Terapêutica: despigmentante.

Nome químico: 2-hydroxymethyl-5-hydroxy- g -pyrone

1. Propriedades: as hiperpigmentações são, em geral, distúrbios caracterizados pelo aumento de melanina e outros pigmentantes na pele.
O Ácido Kójico é um dos despigmentantes naturais mais eficientes do mercado, por isso tem sido muito usado com excelentes resultados.
O Ácido Kójico é uma substância produzida por um cogumelo japonês chamado Koji, que é usado também na fermentação do arroz para produção de saque. A vantagem desse produto está na suavidade de ação sobre a pele; o Ácido Kójico não causa irritação nem fotossensibilização no usuário, possibilitando seu uso até mesmo durante o dia. Além disso, o Ácido Kójico não oxida como muitos clareadores cutâneos e pode ser associado ao Ácido Glicólico.

2. Indicações: Além do seu efeito despigmentante, o ácido kójico também atua como antiséptico impedindo a proliferação de fungos e bactérias na pele. Ele também tem ação anti-oxidante ajudando na prevenção do envelhecimento cutâneo e pode ser usado em formulações junto com ácido glicólico, vitamina C, entre outros ativos.

3. Mecanismo de ação: ácido Kójico age inibindo a formação da melanina. O efeito do Ácido Kójico ocorrerá após 2 a 4 semanas de uso contínuo. Algumas pessoas podem demorar um pouco mais, especialmente aquelas com pele oleosa ou muito espessa. Os resultados vão melhorando à medida que se continua a aplicação por até 6 meses.

4. Vantagens: a vantagem desse produto está na suavidade de ação sobre a pele. O Ácido Kójico não causa irritação nem fotossensibilização no usuário, possibilitando seu uso até mesmo durante o dia. Além disso, o Ácido Kójico não oxida como muitos clareadores cutâneos e pode ser associado ao Ácido
Glicólico.


Fonte: Embrafarma


Se você também sofre com manchas no rosto converse com o seu dermatologista sobre o Dermelan M, eu não poderia estar mais contente ; )


19 de novembro de 2012

Uma nova mania: Maxi Brincos.


Amo meus maxi colares, mas com o calor eles me dão uma agoniaaaaaaaaaa! Grudam na pele suada e eu acabo tirando horas depois. Como já A-MO um mega brinco, a coisa mais natural foi a transição de "colarzão" para brincão novamente. Mas tem um porém: sou a infeliz proprietária de orelhas metidas à besta! Elas adoram ouro e platina, mas rejeitam outros metais, que ódio!!!! A situação é tão crítica que um dia usei um daqueles brincos de asas que sobem pelas orelhas e no final do dia as frescas queimavaaaaaam! No dia seguinte fiquei com um "bela tatuagem" em forma de asa em casa orelha. Depois disso desisti por um tempo de brincos de bijuteria até que fiz A descoberta: não posso usar brincos que fiquem em contato direto com uma parte grande da pele, mas posso usar os que tem ganchinhos que passam pelo furo. A partir dessa descoberta (me achando a descobridora da pólvora kkkkkkkk) comprei alguns e estou amando!Se você também tem orelhas frescas talvez também funcione ; )



Os 4 abaixo são da Forever XXI 
(qualidade meio xexelenta, como tudo da loja, mas foram tão baratinhos e tem o visual tão bacana que não resisti rsrs)




E todos os que estão nas fotos abaixo são da Te Dedico 
(esses tem qualidade excelente, são lindos como tudo da Te Dedico):







Meu xodó!!!! Esse é de chorar de lindo!!!! Pena que não consegui captar toda a belezura dele!!!




 Comprei mais alguns do ebay e estou esperando chegar, assim que chegarem mostrarei aqui.